O Bloco K é um dos elementos de informação do SPED ICMS/IPI, que equivale no Bloco Eletrônico de Controle de Produção e Estoque. Com o Bloco K, a Receita Federal consegue diminuir ou mesmo desfazer os processos de sonegação fiscal.

Toda empresa ao qual trabalha com produção, deve deve ter oLivro de Controle de Produção e Estoque. O presente livro tem como controle da empresa é totalmente direcionado para a escrituração dos documentos fiscais e dos documentos de uso interno do estabelecimento, ou seja, baseados nas informações contidas não são passadas para terceiros.

Para o processo de composição do Bloco K a empresa necessita informar ao Sped ICMS/IPI a quantidade de todos os produtos comprados para fabricação e ou comercialização, de acordo com cada tipo de produto. Algumas gestores confundem qual é a informação que deve ser enviada para a escrituração, mas por enquanto, somente a quantidade dos itens ponderados no estoque são suficientes.  É importante ressaltar que a situação de acompanhamento para gerar a informação do Bloco K é de suma importância também para o controle efetivo do estoque.

A empresa deverá ter um processo de produção bem definido e de acordo com as características de cada empenho para realizar as baixas de estoques correspondentes a este processo, tais como matéria-prima, uso de produto intermediário, embalagens, rótulos e demais itens relacionados a operação produtiva.

Controlar estoque sempre será uma atividade fundamental para qualquer modalidade de empresa, seja ela um comércio varejista ou principalmente uma indústria. Sabendo desta premissa, o administrador a cada final de mês deverá escriturar o estoque e enviar as seguintes informações:

  • Quantidade Produzida;
  • Quantidade de materiais consumido, tais como embalagens, rótulos, etc.;
  • Movimentações internas de estoque que não estejam diretamente relacionados à produção, isto inclui inclusive, produtos de uso e consumo;
  • Materiais de propriedade da empresa e em seu poder;
  • Materiais de propriedade da empresa e em poder de terceiros;
  • Materiais de propriedade de terceiros em poder da empresa;
  • Lista de materiais de todos os produtos que são fabricados na produção própria e em terceiros;

A partir de 2019 a obrigatoriedade inclui também atacadistas classificados como indústria.

O sistema de gestão de sua empresa deverá estar preparado para auxiliar estas e demais processos de produção. Experimente o FortePlus Sistemas, ele poderá auxiliar a sua empresa de forma rápida e pontual deixando as suas prioridades para o desenvolvimento do seu negócio. Acesse fortecloud.forteplus.com.br e faça um teste. 

 [/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]